quarta-feira, 27 de fevereiro de 2013

sábado, 23 de fevereiro de 2013

Como contrair a musculatura certa na aula


Como ativar de forma correta a “Power House” e o Assoalho Pélvico:

Durante as aulas de Pilates, todos os exercícios devem começar pela conexão do transverso abdominal (músculo mais profundo responsável pela sustentação e estabilização da coluna) juntamente com o assoalho pélvico (músculos localizados na região da pelve responsáveis pela elevação das vísceras) através da respiração. O fortalecimento dessa musculatura e a utilização dos mesmos nos diversos exercícios e movimentos do Pilates estimulam o trabalho intestinal devido ao massageamento das vísceras.

Para sentir tudo isso é fácil. Vamos treinar?

- Feche os olhos, inspire… e ao expirar tente afundar o umbigo, isto é, vai encolhendo a barriga tentando mandar todo o ar para fora, principalmente o que sobe para o peito.

- Nesse momento você imagina que está fechando uma calça bem apertada e se não encolher a barriga, o zíper pode pinçar a sua pele e o botão da calça não fecha (nesse momento você está conectando o abdome transverso que vai fazer o efeito do tubo da pasta de dente – se você apertar o tubo a pasta vai para outro lugar e é isso o que acontece com as vísceras e órgãos internos.)

- Agora imagine que você começou a urinar mas vai interromper o fluxo, puxando tudo para dentro e para cima de volta (nesta hora você está conectando o assoalho pélvico, que no efeito do tubo da pasta de dente seria a tampa que não deixa a pasta descer, portanto as vísceras vão subir em direção a caixa torácica. E ao mesmo tempo que eleva a Bexiga e o Útero, vai também contribuir para o aumento dos espaços intervertebrais diminuindo a compressão dos discos entre as vértebras.

No fundo isso tudo, é um trabalho só, que beneficia o corpo como um todo. Você vai fazer tudo isso a cada respiração de forma que essa conexão passe a ser natural. No começo requer muita concentração e atenção, você tem que pensar, para se preparar antes de se movimentar e pela repetição desse ato passa à acontecer automaticamente.
Fonte:Internet



Fonte: ClubedoPilates by revista pilates
          Estudio Pilates Clei Mathias

segunda-feira, 18 de fevereiro de 2013

Fique de olho na sua postura


Nossa coluna vertebral é formada por uma série de vértebras empilhadas.Entre cada vértebra situa-se um disco fibrocartilaginoso chamado disco intervertebral. A função deste disco é absorver impactos.
Fonte:Internet
A melhor posição para este disco receber e distribuir qualquer impacto ou sobrecarga, é quando a coluna está em seu alinhamento longitudinal. É preciso lembrar que a parte posterior das vértebras quando empilhadas formam um canal denominado canal vertebral por onde passa, nada menos, que nossa medula espinhal, ou seja, toda a fiação elétrica que conduz todos os estímulos do cérebro para o corpo e vice-versa. Cada vento que sentimos no rosto, cada pequeno gesto que executamos só acontece por esse canal de comunicação nervosa. Quando flexionamos a coluna anteriormente o disco é “pinçado” na frente e “alongado” atrás. Além dos discos, ligamentos e músculos, profundos e superficiais, fixos na parte de trás vértebras, também são tracionados inclusive para limitar essa flexão. Ou seja, cair com o tronco em flexão para frente NÃO ALONGA, TENSIONA! Quando mantemos uma posição de flexão por tempo demasiado, por exemplo sentados em sofás macios, ou mal sentados em cadeiras de trabalho, ou ainda quando praticamos exercícios com flexões de grande amplitude na intenção de alongar, colocamos nossa coluna em risco. Os ligamentos intervertebrais posteriores não são tão potentes para freiar estas inclinações. Será necessária uma ativação efetiva da musculatura que, por sua vez, após um tempo poderá entrar em fadiga gerando dores difusas, a lombalgia. Os ligamentos, por sua vez, podem estirar-se inflamando. Um pequeno aumento de seu volume já é suficiente para pinçar a região dos nervos causando dores como a famosa ciática. Além dessas estruturas, o próprio núcleo do disco pode ser projetado para trás, como acontece com a maionese do hambúrguer quando damos uma dentada de um dos lados. Neste caso, o extravasamento do material discal chama hérnia de disco e acarreta DOR. Por isso é tão importante nos sentarmos bem procurando nossos ísquios (sitz bones – ossos de sentar), carregarmos peso o mais próximo possível da coluna procurando mantê-la neutra e evitarmos flexioná-la quando não há necessidade. Isso inclui exercícios com flexão excessiva da coluna. Lembrem-se quando queremos alongar, por exemplo, a musculatura posterior das pernas, não é necessária a flexão da coluna. E alongar a musculatura do tronco é mais saudável em situações de descarga, ou seja, sem sobrecarga. Por exemplo, debruçar-se sobre o Leadder  (Barril Alto) com os pés bem “plantados” no chão ou deitar-se no solo, aproximando as pernas flexionadas em direção ao tronco.


Fonte: Internet

sexta-feira, 15 de fevereiro de 2013

O que acontece na aula experimental?



Você vai aprender:


Conhecer um pouco dos princípios do Pilates;


Aprenderá como utilizar a sua respiração e contrair a musculatura do core;


Experimentará os equipamentos e alguns acessórios;


Receberá uma análise rápida de sua postura.




Roupa ideal para a prática:



Calça ou short confortável, de material elástico como coton, lycra ou suplex;


Camiseta confortável e que não limite os movimentos dos braços;


Meia anti-derrapante ou descalço (pés limpos);


Proibido o uso de JEANS ou roupas com rebites que possam danificar os equipamento e prejudicar o desempenho do aluno.


Alimentação antes da aula:

Quanto mais próximo estiver da aula de Pilates é aconselhável comer pouco e algo leve, pois durante os exercícios acabamos ficando muito em decúbito ventral (barriga para baixo) decúbito dorsal (barriga para cima) e de ponta cabeça, isso poderá acarretar refluxo gastroesofágico caso consuma alimentos muito pesados.

Portanto de 2 à 4 horas antes da aula de Pilates é recomendável a ingestão de carboidratos como: granola, barra de cereais, pães integral; mas 1 hora antes deve ser ingerido frutas secas e alimentos mais leves.


Fonte: Internet

quarta-feira, 13 de fevereiro de 2013

Fonte: Internet
É galera, pena que o carnaval acabou, agora temos que correr atrás do prejuízo rsrs! 
Bora fazer Pilates!