terça-feira, 25 de junho de 2013

Pilates no Inverno aposte nisso!

fonte: Kauffer Pilates

Praticar exercícios no inverno pode ser ultra vantajoso. O corpo, no frio, necessita de mais energia para se manter aquecido, o metabolismo acelera e perde mais calorias, sendo assim, praticar atividade física no inverno é ótimo para o emagrecimento.

No aspecto físico, o que se destaca é o fortalecimento ósseo, aumento da mobilidade e flexibilidade nas articulações e alinhamento postural. No aspecto psicológico, temos o aumento da disposição, da concentração, melhora da auto estima e sensação de bem-estar. 

Praticar Pilates no inverno evita dores comuns no inverno, pois com o frio a musculatura tende a "encurtar" geralmente na região do pescoço e costas,  no método Pilates conseguimos relaxar a musculatura diminuindo os desconfortos musculares. Outro benefício é o fortalecimento do sistema imunológico na prevenção de gripes e resfriados. 

Com a prática regular, de duas ou três vezes por semana, em apenas um mês já é possível sentir o corpo mais forte, equilibrado e com diminuição de dores e desconfortos gerados por tensões musculares.

Agora, se o objetivo é ficar com o corpo definido, os resultados demoram um pouco mais, em torno de 3 a 6 meses dependendo do desempenho e tipo físico de cada indivíduo.

Pratique Pilates!

segunda-feira, 24 de junho de 2013

Atuação do Pilates na Hérnia de Disco

Fonte: google

Com o estilo de vida sedentário das pessoas, o nosso corpo fica submetido à várias posturas inadequadas durante as atividades diárias, gerando desequilíbrios em nossas cadeias musculares. Com esses desequilíbrios surgem as dores no corpo, principalmente nas costas.


Segundo dados da OMS (Organização Mundial de Saúde), cerca de 90% da população sofre, sofreu ou sofrerá de algum problema de coluna, sendo que desta porcentagem, 90% são casos de hérnia de disco.

A hérnia de disco é uma patologia do disco intervertebral, onde há um deslocamento do núcleo desse disco para fora, podendo gerar pinçamentos de raízes nervosas, irradiando a dor para os braços e pernas dependendo da localização do pinçamento. Isso ocorre quando ficamos sujeitos à traumas do cotidiano como má posturas, esforço inadequado entre outros ou até traumas mais severos como acidentes.


Para melhorar a convivência da pessoa com hérnia discal é necessário tomar alguns cuidados e realizar exercícios adequados para diminuir a dor e manter e/ou aumentar o seu desempenho na atividade de vida diária.


O método Pilates de condicionamento físico trabalha a mente e o corpo, proporcionando bem-estar ao indivíduo através do ganho de flexibilidade,da força muscular, da boa postura, da concentração, da respiração, do controle, percepção e consciência corporal do movimento. 

O método tem seis princípios fundamentais para a prática: a respiração, a concentração, o controle, a centralização, a precisão e a fluidez do movimento executado. Esses princípios mostram que o fundamental é a qualidade na execução dos movimentos, com o trabalho de estabilização da coluna vertebral, reduzindo o risco de lesões durante o movimento. 



O Pilates tornou-se uma ferramenta fundamental para o tratamento dos indivíduos com patologias de coluna, proporcionando maior qualidade de vida. A técnica trabalha o corpo como um todo, os movimentos devem ser realizados buscando a organização de todas as estruturas. 

Os músculos profundos trabalham o alinhamento postural e isso reflete na qualidade de execução do movimento. A musculatura do Core (músculos na região central do corpo), trabalhada de forma constante durante os exercícios, têm grande importância na estabilização da coluna, o que a torna imprescindível no tratamento da hérnia discal.


Sendo assim, o método Pilates aumentou as possibilidades do indivíduo com hérnia de disco, sendo beneficiados com a redução das dores, melhora da postura, ganho de força muscular, alongamento, coordenação motora e aumento da sua qualidade de vida.