quarta-feira, 11 de março de 2015

Seja legal com seu instrutor!

Gostei muito dessa matéria da Revista Pilates e estou fazendo um repost, seguindo essas dicas abaixo a sua convivência com o instrutor(a) ficará cada dia melhor.
fonte: google images
O Pilates é muito bom e traz diversos benefícios, não é verdade? Mas você já parou para pensar no que acontece durante as aulas? Existem algumas situações que ocorrem no dia a dia dos estúdios de Pilates que podem deixar seu instrutor chateado. Listamos algumas atitudes para ajudar você a refletir se está sendo legal com ele ou não, vamos lá:
Os exercícios de Pilates têm características muito peculiares. A dificuldade dos exercícios varia de pessoa para pessoa. Um instrutor consciente não irá pedir o impossível ao aluno. Se você é aluno, concentre-se e tente realizar algumas repetições antes de desistir e dizer que não consegue, ok?
Alimentação é a base de tudo. Se uma pessoa não se alimenta bem, os resultados vão demorar, ou mesmo nem irão aparecer. Não espere milagres!
Estruturar uma aula de Pilates não é fácil. E aquele aluno que sempre chega 15 minutos atrasado atrapalha todo o planejamento da aula e acaba perdendo os alongamentos e exercícios de aquecimento, dificultando ainda mais o progresso das aulas.
Clientes que quebram contratos sem um real motivo são um problema. Quando um aluno está doente ou precisa mudar de cidade a trabalho, fica impossível ele continuar com as aulas de Pilates, é claro. Mas, na maioria das vezes, se trata apenas de preguiça. Pense bem antes de começar as aulas.
As variações de exercícios são praticamente infinitas no Pilates. Como aluno, você precisa distinguir o que é bom e o que é apenas moda passageira. O instrutor não vai passar exercícios que não façam bem para você, não insista.
Virar atleta em uma semana sem nunca ter feito exercícios antes? Isso não existe. Trabalhar o corpo exige dedicação e muita disciplina. Esculpir o corpo leva tempo!
Como qualquer outro profissional, um instrutor precisa manter o estúdio e pagar as contas. Alguns alunos se esquecem disso e atrasam várias semanas o pagamento das aulas. Tenha bom senso!
Você está fazendo alguma dessas coisas? Ainda dá tempo de mudar! Seja legal com seu instrutor e assim, as aulas serão muito melhores! Sinta a diferença!


Fonte: http://revistapilates.com.br/2015/02/23/seja-legal-com/